Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

E os opostos atraem- se?

Outubro 01, 2020

gatodeloiça

Sim, atraem. Infelizmente ou felizmente. Aí deixo à consideração de cada um. 

Há tempos conheci uma pessoa, vivia numa casa atarracada, num bairro de classe média- baixa.

Ao seu lado viviam uns vizinhos, e na entrada havia   roupa espalhada por todo o lado e um cão preso por uma trela num espaço murado num diminuto quintal.

Já a pessoa tinha a casa impecavelmente limpa e arrumada com tudo o que de melhor pudesse haver. Tinha orgulho no que tinha conquistado. Mostrara-me as 3 máquinas de café, um jogo de xadrez em pedra não sei o quê, o exaustor topo de gama, o frigorífico, o microondas em cerâmica, o sistema de som surround sistem, a cloche, Ahahaha

Isto até dá para rir...e tudo comprado em segunda mão e em bom estado.

A obsessão era enorme em adquirir bens à sua volta, que contrastavam com o meio à sua volta.

Como é que entram aqui os opostos?

Muito simples: obviamente que a pessoa sentia- se mal em morar ali, pela sua condição social e desejava o que não tinha, e fez de tudo para conseguir.

Normalmente desejamos o que não temos ou que achamos que nos faz falta.

Li há tempos que se somos mais frágeis queremos uma pessoa mais corajosa do nosso lado,  se somos mais tristes, preferimos pessoas mais alegres e por aí adiante.

Neste caso, não se passa só com as pessoas, mas também com as pessoas e as coisas.

 

 

 

 

Esperar

Novembro 06, 2018

gatodeloiça

Eu acho que já tinha dito algures, mas uma das coisas que mais odeio é esperar em fila.

Começa-me a dar NERVOS!

Então se é muito tempo!!!!!

E aquelas vezes que uma pessoa vai pagar o combustível na bomba de gasolina, e a rececionista está a registar os totolotos, euromilhões, raspadinhas e afins???? e não atende o pessoal do combustível????

Ou quando alguém se lembra que tem descontos aqui e ali, e não sabe onde é que os pôs, e espere um bocadinho, quero contribuinte, então diga lá, mais o tabaco, o jornal e o café???? e o pessoal quer despachar-se para ir TRABALHAR????

E quando vamos ao multibanco, entretanto somos a pessoa a seguir, e a pessoa à nossa frente, resolve pagar todas as contas e mais algumas?

E quando pensamos " é agora", resolve e tira mais um cartão e depois outro e começa tudo de novo??????

E esta aconteceu-me e não é mentira, o banco estava quase a fechar, e precisava de tratar de um assunto com urgência, só tinha uma pessoa à minha frente e de seguida o empregado de balcão, diz-me " isto vai demorar um bocadinho, vou contar as moedas deste senhor." Olhamos para o balcão e tem uma montanha de moedas de 5 e 10 cêntimos??????

O que vale é que eu vou gerindo as situações, entre bufos e engolir SAPOS!

Já alguma vez vos aconteceu

Outubro 22, 2018

gatodeloiça

não se darem bem com alguém, seja porque motivo for, e depois até ficaram " amigos"?

A mim não.

Porém, à minha vizinha da frente, sim.

Lembro-me que tinha um vizinho novo que tinha um cão, daqueles denominados perigosos e a minha vizinha da frente, embirrava com o vizinho do cão, mas não lhe dizia nada.

Quando me apanhava na entrada do prédio, a conversa era sempre a mesma:

- Ó vizinha, sabe que o da frente tem um cão perigoso? E que é um perigo? Não tem açaime nem nada???

E se nos salta em cima, e nos mata???

Eu:

- Bem, ele tem trela.

Vizinha:

Mesmo assim, e se puxa da trela e nos mata???

Já viu?

Devíamos fazer queixa na polícia!!!!

Eu como não dava muito relevância ao tema, pois mal via o dito e o cão, abreviava conversa, mas sempre que abreviava conversa, a minha vizinha ainda criava um cenário de maior terror!

Aí ficava calada a ouvir o espetáculo.

Passou-se algum tempo, e nunca mais vi a vizinha nem o vizinho, nem o cão.

Num dia, ao chegar a casa, encontro a vizinha e diz-me alegremente:

- Já falei com o vizinho, vai mudar-se daqui a algum tempo e ainda me vai arranjar o carro!

O vizinho é mecânico, a vizinha sabia?

 

 

 

Quando me falta qualquer coisa

Outubro 16, 2018

gatodeloiça

Quando me falta qualquer coisa, tenho sempre um truque muito bom e simples: lembro-me logo daqueles miúdos em África ou outros que não têm nada. Não me refiro a comida, mas a outras coisas, lembro-me logo que com metade ou apenas um objeto ficam logo contentes, e que fazem logo uso do que têm e dão a volta. Ponho-me logo a pensar, como é que resolveriam sem aquilo? Encontro logo solução e deixo as carências de lado.

 

Comigo resulta!

E quando.....

Setembro 12, 2018

gatodeloiça

queremos fazer algo, estamos cheios da pica e temos que ir à casa de banho?

Ou temos que esperar por A ou B, que nunca mais se despacham?

queremos ver um filme e está esgotado?

e quando vamos à loja e não há o nosso número ou já venderam?

e quando vamos ao museu e a última entrada é uma hora antes ?

e quando queremos ir à praia e aparece-nos o período?

e quando queremos vestir aquela roupa e está para lavar?

e quando esperamos um mail que nunca chega ou o telefone está sempre ocupado?

e quando estamos com pressa para chegar a algum lado, e só nos aparecem carros de condução à frente?

e quando queremos estacionar e não temos trocos? ou só temos uma nota de dez?

e quando o puto embirra que não quer ir para a escola, mesmo que lhe prometamos uma goma?

e quando estamos na caixa de supermercado e a fila é enorme e a pessoa que temos à frente tem o carro cheio de compras e nós com um saquinho de pão?

e quando queremos ir a um sítio e esbarramos com o letreiro fechado?

e quando na caixa ainda do supermercado, há um item mal preçado, chama-se a funcionária que nunca mais vem, e ficamos ali todos à espera?

e quando vamos na IC 19, a tempo e horas, e de repente a um quarto do percurso, há um acidente, e ninguém consegue sair dali?

e quando despejamos o lixo e reparamos que não há mais sacos?

e quando vamos com pressa e só apanhamos sapos pelo caminho, semáforos vermelhos, pessoas a passar na passadeira e afins?

E quando vamos a uma caixa de multibanco pagar a água ou luz ou o que fôr, e não tem talão? E precisamos mesmo do talão?

E quando vamos a outra caixa de multibanco e não tem dinheiro?

Arrrrreee!

 

Pois é!

O que vale é que não acontece tudo no mesmo dia!!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D