Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Qua | 03.01.18

Responsabilidade por nós mesmos

gatodeloiça

Não podemos controlar o que nos acontece, e a nossa tendência é sempre culparmos A e B do sucedido, ou armamo-nos em vítimas.

Mas há sempre algo que está ao nosso alcance que podemos fazer.

Primeiro podemos sempre deixar de reagir às circunstâncias exteriores, pois não representam o nosso eu e não somos o que nos acontece.

Gastamos sempre muita energia a queixarmo-nos das coisas ou das pessoas, pois nunca ou raras vezes ocorrem como desejamos.

Uma técnica que li, que supostamente resulta é: e se em vez de nos queixarmos, dispendendo essa energia no queixume, não a gastamos na solução?

Qua passos poderíamos dar para aumentar o nosso nível de satisfação?

O foco na solução mantém-nos concentrados naquilo que corre bem, começando por darmos mais atenção às alturas em que nos sentimos um bocadinho mais satisfeitos e manter ou intensificar seja o que for que tenha contribuído.

Somos responsáveis pela nossa felicidade ou seja existem formas que podemos aumentá-la ou intensificá-la.