Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Qui | 01.03.18

Quando estamos de bem com a vida

gatodeloiça

Quando assim é, não exigimos nada, porque estamos bem.

Não reclamamos, porque aceitamos bem as coisas, sem confusões de maior.

Não damos explicações, nem justificações desnecessárias, porque sabemos que não vão mudar nada, nem valem a pena.

Apenas valem para nós.

Sabemos que a vida tem os seus entraves, mas isso não nos impede de sermos felizes e de procurarmos o que nos faz sentir bem.

Sabemos distinguir o que é importante do acessório, e o que vale a pena e não.

Também não temos a ideia que devíamos estar noutro lugar e a fazer algo diferente. Ou noutra casa, ou com outras pessoas ou sem elas ou noutro emprego. Porque estar bem, é só isso, estar e aceitar e por consequência SER.

E estamos bem, só assim, como as coisas são: com chuva ou com sol, com mais ou menos dinheiro, com mais ou menos pessoas por perto, com mais ou menos coisas por fazer ou por dizer.

 

Só assim.

 

 

6 comentários

Comentar post