Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Ter | 01.05.18

Qualquer dia...

gatodeloiça

calha-me a vez de cair no marasmo e de não ter nada para escrever. Ou de ter assunto e não ter tempo, ou ter tempo e não ter assunto. Ou de nem apetecer escrever.

Já muito se falou do que se pode fazer, mas uma coisa é certa: se não vivermos não há nada para contar.

Às vezes bastam pequenas coisas que para nós são importantes e que podem dar dar um pontapé de partida ao texto.

Mas a vida é que dita, pois ela surge primeiro lugar do que a escrita, ela , a escrita é apenas a "acompanhante " da vida, se quisermos que faça parte da nossa vida ou não. É como tudo, nós é que escolhemos.

Se quisermos continuar a viver, é estar atento à vida! Se quisermos continuar a escrever é querer partilhar, de que forma for, ou ler ou escrever.

 

1 comentário

Comentar post