Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Sab | 30.12.17

O ritmo frenético da sociedade

gatodeloiça

Todos os dias corremos de um lado para o outro, solicitados por mil tarefas infindáveis.

Parece que somos engolidos no meio de tantas tarefas.

Ficamos felizes se chegam ao fim, mas logo a seguir se nos deparam outras tantas.

Há que saber parar e ouvir o corpo e a alma que nem sempre acompanha tantas solicitações.

Enquanto que antigamente, tempo a mais era sinónimo de enfado, agora quem tem tempo para si é visto como uma benção.

Hoje em dia, com a introdução das novas tecnologias, queremos estar sempre ocupados, on line, sempre prontos para a solicitação dos outros, temos horrores da desocupação, não dando uns minutos do dia a dia para pensar e refletir.

Mas parar para pensar, é a melhor forma de estarmos em contacto conosco, com a nossa alma, o nosso eu.

E apenas no silêncio, ou na comtemplação se consegue.