Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Sab | 03.02.18

Não acredito em paixões

gatodeloiça

Não acredito em paixões  penso que as paixões são pavios de curta duração, são mais ou menos " e tudo o vento levou", aparecem tão rapidamente como desaparecem, mas quando aparecem vêm como tufões que derrubam tudo à frente.

Perdemos mais ou menos o norte, e quando damos conta, a direção que seguíamos religiosamente, toma várias curvas, atalhos e até precipícios.

Fazemos loucuras que nunca imaginamos e o pior é que perdemos o chão, sentindo que foge constantemente.

As paixões assolapadas parecem empolgantes à primeira vista, parecem amores de adolescente, sem rumo, nem razão de ser.

Vivem enquanto o pavio arde, e depois de ardido, nada sobra, como uma floresta ardida depois de um incêndio.

Bom, bom, é um romance à moda antiga, que sobrevive às tempestades, e às intempérides da paixão.

Que seja uma paixão rasteirinha, que não nos troque as voltas, que dê para conhecer devagarinho sem os sobressaltos da paixão.

Nessas acredito.

1 comentário

Comentar post