Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Sex | 30.03.18

Gosto daqueles momentos

gatodeloiça

Em que parece que estou retirada da vida, a vivê-la de outra forma, a vê-la passar diante dos meus olhos, como se fosse  ver a banda a passar. Não faço julgamentos e só olho.  Normalmente sento-me em qualquer lado ou na cama e as linhas de um livro são o gatilho, transportando-me para esse mundo ou mergulho apenas nos pensamentos. Como se desligasse a ficha. É como se fosse um segundo mundo, para além deste em que vivemos, como se necessitasse dele de tempos a tempos para respirar do mundo cá de fora, do que vivemos aqui.

Só depois entro outra vez, desperto e reflito. Antes de entrar surge-me sempre uma "solução", uma luz, mesmo que temporária, mas que poderá sempre valer a pena experimentar.

Li num livro que isto corresponde a um exercício de meditação! 

Vale a pena experimentar!