Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

E eis que

Dezembro 05, 2018

gatodeloiça

chegamos a uma altura da nossa vida e reparamos que deixámos de ter vida própria, os problemas do trabalho não ficam à porta de casa: infelizmente ou felizmente temos as nets e afins, que nos obrigam a resolvê-los em casa, portanto é difícil ficarem lá fora. Já não sossego como antigamente, ou seja : trabalho é trabalho, o resto é o resto.

Esperam sempre que o que não ficar resolvido no espaço físico do trabalho, continuemos em casa, sejam fins de semana e assim. Uma tristeza. Por causa das ditas nets, não há limites para quem nos impõe o trabalho, querem que fique feito, não há como esperar pelo dia seguinte.

E é isto. Infelizmente não tenho tempo por andar por aqui e diga-se de passagem em lado nenhum.

Confesso sou uma das novas escravas do trabalho. Transformaram-me. Não é que esteja feliz, não estou. E para o ano que vem, se Deus quiser, já não me apanham por ali.

Por isso, agradeço aos poucos que ainda gostam de me ler e que os possa fazer companhia, e lamento nem sempre responder ou ler aos seus comentários. 

Os mails que ainda leem, foram feito há mais ou menos um mês.

 

Um beijinho e um bem-haja.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D