Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Sab | 20.01.18

Aceitar doí menos

gatodeloiça

Li no outro dia, alguém que dizia isto "Aceitar doí menos", aceitar portanto as contrariedades da vida, doí menos.

E é verdade, normalmente esperamos da muito da vida, como se tivesse alguma obrigação para connosco: ter uma boa profissão, uma casa de sonho, um amor que dure para sempre, dinheiro na conta, viagens, portanto uma vida de sonho. Aceitar não significa que concordemos com as pessoas ou situações, significa apenas que aceitamos que não estão nas nossas mãos em modificá-las, que são mesmo assim, que são a sua natureza.

Porém, a verdade é que muitas vezes não nos acontece nada disto, ficando nós ressabiados com a vida, o ideal é não esperar que a vida nos faça as vontades, aceitando como ela vem e vendo-a como um privilégio.

Doí menos e se retirarmos as expectativas tão altas que lhe colocamos, vivemos mais satisfeitos.

 Como diz um provérbio:

" No fim corre tudo bem, se não correr, é porque ainda não acabou!"