Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

Gato de loiça

Meu amigo, se chegaste até aqui, os meus parabéns, mas devo já confessar-te que daqui não sairão textos eloquentes, histórias de encantar e palavras bonitas. Se quiseres fica e lê, sê bem vindo.

A vida sexual da mulher feia

Setembro 30, 2020

gatodeloiça

E voltei às leituras. Confesso que já não lia um livro tão divertido e trágico ao mesmo tempo. Triste até. Mas com humor à mistura e mais importante com uma grande transformação ou evolução pessoal da protagonista.

Evolução essa à custa de muitas peripécias na sua vida, e que podemos muito bem transpor para a vida real, quotidiana das nossas vidas.

Erro número um que a protagonista se deu conta: a infelicidade nas relações não ocorre apenas com as mulheres feias ou corpo desproporcional, ocorre com todas em geral;

Erro numero dois: provavelmente temos maior tendência de errar quando ainda não atingimos a maturidade emocional ou a realização profissional e nos colocamos em segundo plano.

Por último, e a mais sábia conclusão, de entre muitos desencontros e desamores é que a solidão é uma grande escolha.

 

 

 

A melancolia e os olhos tristes

Setembro 29, 2020

gatodeloiça

Há tempos conheci uma pessoa pela net, nada de especial. Tinha como particular mania analisar as pessoas pela foto, e tirava- lhe o perfil.

Assim, sem mais nem menos, e através de poucas palavras. Não me revi na personagem criada. Chegou- me mesmo a irritar. Aquela irritação suave, que congemina dentro de nós, sabem como é?

Depois pensei para dentro de mim, se não haveria algum fundo de verdade nas suas palavras secas e duras. Para mim, soaram- me assim.

Pensamentos para cá, pensamentos para lá, talvez não me reveja nesse perfil totalmente, até porque gosto de estar bem e feliz. Tento sempre ver o lado positivo da coisa, mas confessando bem lá dentro das minhas entranhas, sim, já tive momentos duros na minha vida. Momentos de tristeza e infelicidade.

Mas se virmos bem, é nesses momentos mais escuros no fundo de nós, que nos encontramos de frente a frente com o nosso eu. E são esses momentos que nos fazem ressurgir novamente com todo o nosso esplendor e alegria que a vida ainda nos dá.

É essa tristeza, melancolia ou pedaços de tragédia que fazem também parte do nosso eu, da nossa vida e da nossa alma.

É entre a alegria e tristeza que vivemos que confere a beleza dos nossos dias, da nossa história.

 

E se tivéssemos uma nova oportunidade?

Setembro 10, 2020

gatodeloiça

Faríamos o mesmo ou diferente?

Ou se acabasse tudo amanhã?

Manteriamos a mesma profissão? Escolheriamos aquela casa? Aquela pessoa para casar?

A vida não nos dá assim tantas oportunidades caídas do céu, pelo menos a meu ver, mas dá- nos oportunidades de escolha, ir para ali ou para acolá.Talvez mudasse uma coisinha ou outra, mas há pensamentos que não mudaram em mim, alguns são os mesmos e que embora pudessem ter- me dado um destino diferente, mais tarde ou mais cedo iria chegar ao mesmo destino, que era eu.

Efetivamente, mudaria pouca coisa, talvez a única era que seria sair mais rápido de alguns erros.

O que é certo é que somos a soma de todas as escolhas que fizemos no passado, erros , acertos ou caminhadas em linha reta.

E nem os erros são erros, fazem parte do caminho, são as pedras ou obstáculos que nos fazem contornar, e até essas pedras nos tornaram mais fortes na viagem do nosso eu.

 

 

E a amizade não deveria ser para sempre?

Setembro 09, 2020

gatodeloiça

Talvez seja otimista demais, ou sonhadora ou até irrealista. Mas acredito que se fosse amizade verdadeira, essa não se destruiria ou perderia no tempo, pois acredito que seja para sempre; mesmo que o tempo separe as pessoas, mesmo assim.

Ou então, porque numa história pode haver várias versões,  talvez só tenha sido verdadeira amizade naquele espaço de tempo em que se descobriram amigos, não para a eternidade, mas precisamente naquela linha tênue do tempo, a eternidade que durou aquele momento, dia , hora ou mês que durou esse sempre.

Novo ano

Setembro 08, 2020

gatodeloiça

O meu ano comeca aqui, em setembro. Contingências da profissão. Ao contrário de muitos que comeca em janeiro, em janeiro já vou a um terço. Já começo a fazer mini balanços do que já foi e o que há- de vir. 

Mas este ano, quem tem filhos e anda nas andanças da educação , com mais receio, incertezas do dia a dia e projetos para quê? 

Agora vive- se ao minuto, à hora, ao dia com as notícias que nos chegam diariamente.

Planos é difícil fazer a longo prazo é mais fácil fazer- se diariamente. E o online que passou a ser uma ferramenta que nos proporciona mais conforto e mais distância também, passou a substituir o cara a cara, olhos nos olhos , com o bom e mau que advém.

A esperança no entanto, com dias melhores ou piores a acompanharem- nos pretende- se intacta; disso não prescindirei.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D